Microdermal: que diabos é isso?

Hoje vou falar um pouco de microdermal, por que todo mundo que vê a vitrine de piercing, olha pro microdermal e falam: ah, esse é para nariz né?

NÃO, NÃO É PARA NARIZ, É MICRODERMAL!!

An? Micro o que?

Enfim, falar um pouco sobre o microdermal ( ou microdermal anchor, como é conhecido lá fora ), para algumas pessoas do meio e para profissionais da área, esse nome não é nada estranho, mas…não faço esse blog  voltado exclusivamente para profissionais, e sim, para o publico em geral.

Microdermal seria vulgarmente chamado de piercing de um ponto só (feio esse nome), mas seria o mais fácil pra ter noção, enquanto os piercing entram e saem da pele, enquanto têm dois pontos (uma entrada e uma saída) o microdermal tem apenas um ponto, uma entrada.

Antes esse efeito de um ponto, só era possível com o transdermal, mas era um processo cirúrgico, e uma boa parte com o se passar dos anos, rejeitavam e eram bem complicados de se tirarem, o processo era bem brutal, incluindo suturas.

Depois tentaram outros métodos e outros tipos de jóias, mas nenhuma deram muito certo por conta do desing e para aplicação da joias, até que chegaram ao microdermal.

São bem populares fora do Brasil, aqui, infelizmente  não acho que fazemos tantos em relação a outros países, acho que primeiro, por ser diferente desperta ainda medo (?) e pelo preço: um piercing em media custa R$50.00, um microdermal, em media R$100, mas acho que o que assusta mais, seria o desconhecido, por não terem noção ainda de como seja uma aplicação.

Enquanto o piercing se faz apenas com uso de agulhas ( americanas ou cateter) , o micro se pode fazer com: bisturi, agulhas e com punchs ( esse o mais feito e o mais recomendado), grande parte de pessoas da Europa e estados unidos  fazem com punch, no Brasil se faz das 03 formas, por que aqui, é um pouco difícil se achar punch, sem contar o preço elevado de um punch, levando muitos profissionais do Brasil a recorrer outras técnicas.

Já fiz com agulhas (americanas e cateter) e com punch, sem duvida, uma diferença enorme, atualmente só faço com punch, pela facilidade, velocidade e segurança na execução do serviço.

A cicatrização demora em media de 03 meses, enquanto um piercing comum demora 06 meses e até mais tempo dependendo da área perfurada,  por que desde  a entrada até a saída da agulha vai destruindo tecido, estão são meses até essa área se regenerar,  e isso se no período de cicatrização você cuidar bem do seu piercing e respeitar os cuidados.

O microdermal pode ser feito praticamente em qualquer parte do corpo, eu particularmente não faço nada em áreas de dedos e áreas de articulações, embora já tenha visto bastantes profissionais trabalhando nessa área.

Uma jóia de microdermal é dividida em duas partes: a ancora, a base que fica em baixo da pele, ela tem em media três furos,  por onde se fixa o tecido e garante a estabilidade no local,  e a segunda parte, fica visível, seria como um pequeno parafuso, aonde vai a jóia escolhida, o bom que o cliente pode desparafusar e sempre trocar de jóias, sempre podendo  inovar nos modelos.

A base existe em aço cirúrgico e titânio, o titânio é muito mais leve do que o aço e é um material mais puro, estão com toda certeza, isso ajuda e muito contra uma possível rejeição no futuro.

Existe também o skin driver: o processo de colocação é o mesmo do microdermal, mas a base é redonda, achata, e não se pode trocar de peças como o microdermal, mas já vi umas bases de dermal com furos, semelhantes ao micro, acho que em breve teremos novas peças no mercado.

Falando em rejeição, o microdermal é uma ótima solução para quem curte surfaces e piercing em locais poucos convencionais, pelo baixo nível de rejeição,  as poucas rejeições que vi, acredito que seja pelo mau cuidado do cliente e pela jóia ser em aço cirúrgico, fazendo dois pontos de microdermal paralelo, se da impressão de um surface, fica o mesmo visual, só que para o corpo, não seria a mesma agressão e o mesmo tempo de cicatrização.

surface antes e depois.

surfaces rejeitados.

dois micros dando a um impressão de um surface.

Li recentemente umas  matérias gringas sobre rejeição, eles lá fora dizem que a taxa de rejeição seria de apenas 02 por cento, mas temos que levar em conta que eles trabalham muito com titânio, esão seria outra realidade, pois ainda no Brasil quase todo mundo trabalha com aço, pela dificuldade de se achar microdermal em titânio.

O processo é bem simples e bem rápido, claro, se você escolher um profissional com experiência nessa área, lembrando que o microdermal ainda é muito recente no Brasil, então, tente sempre ver trabalhos já feitos pelo profissional escolhido, que comprove sua experiência

Ah, e sobre a pergunta que todos fazem: vai doer???

Feito por um profissional com experiência no assunto, seu microdermal vai ser feito em segundos, não tendo tempo de causar incomodo e dor no local.

Outra coisa: boa parte dos materiais que hoje existem no Brasil é de origens chinesas: aços de qualidade inferior por isso são tão baratos, cuidado ao comprar microdermal, dê preferência a microdermais de titânio.

Um dos pontos negativos para o publico, que caso queira tirar seu microdermal, apenas com uma pessoa especializada nisso para removê-lo com segurança, não é como um piercing comum, que apenas tira as bolinhas e já era, é um pouco mais complicado esse processo, por que como já expliquei: a parte de baixo fica ancorada na sua pele,  mas  para um profissional treinado este é realmente um procedimento muito rápido e fácil.

 

Materia sobre microdermal, com alguns artistas do Brasil.

Alguns trabalhos meus de microdermal.

 

About these ads

~ por vidasuspensa em 26 de Outubro de 2010.

3 Respostas to “Microdermal: que diabos é isso?”

  1. olá. fiz um surface recentemente. Ele parece normal, mas fiquei mto apreensiva dps de ler sobre ele (não havia pesquisado antes). Parece que o nivel de rejeição é bem alto.. O meu é em aço cirurgico. Se eu comprar um surface em algum outro material, tem como trocar?

  2. oiee…eu tenho um microdermal no torax. faz uns 5 meses q coloquei…a umas duas semanas atras enrosquei ele na toalha e uma parte parace q ficou FROUXA…a outra parte esta bem fixaa…tentei arrnacar com a mão mesmo, mas nem rolou…so doeu…agora ele ta vermelho e anda incomodando…estou com receio nao sei quem procurar pra tirar…me mudei de cidade e aqui nao há ngm q faça esse tipo de trabalho…sera q vou ter q ir ao medico?!

    • mariana, se tiver as duas partes no local, menos mau.
      se tiver tudo certinho, faça compressa de ague quente no local, pelo menos duas vezes ao dia, e compre DIPROGENTA, e passe também duas vezes ao dia, durante sete dias.
      faça isso, evite dormir por cima e levar pancada, para que a pele se reculpere e volte ao normal.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: